quinta-feira, 15 de março de 2012

A evasão na EJA


A evasão na EJA
Daniela Rosa da Silva


... O sonho pelo qual brigo e para cuja realização me preparo permanentemente exige em mim, na minha experiência, outra qualidade: a coragem de lutar ao lado da coragem de amar!!!...Não é, porém, a esperança um cruzar de braços e esperar. Movo-me na esperança enquanto luto e, se luto com esperança, espero.
Paulo Freire


A grande maioria dos alunos da EJA são trabalhadores, donas de casa, muitas das quais levam seus filhos para a sala de aula por que não têm com quem deixar à noite quando saem para estudar. Aliado às dificuldades naturais de aprendizagem causadas pelos anos sem estudar, pela baixa auto-estima, por não acreditarem em si mesmos, pelo cansaço natural da rotina de trabalho, os índices de evasão é muito grande.
 Os alunos desistem de estudar por diversas razões: excesso de trabalho, incompatibilidade de horários, dificuldade de acompanhar os estudos, falta de ter alguém com quem deixar os filhos pequenos, dentre outras razões. Assim, a evasão é uma realidade que faz com que a escola precise se adequar à realidade do aluno.
Essa adequação inclui: flexibilização de horários, metodologias, recursos, organização curricular, formas de avaliação e, especialmente, o que deve ser ensinado e como, ou seja, o  lugar ocupado pelos conteúdos.
Acredito que a escola não pode nunca perder o foco que os conteúdos a serem trabalhos devem sempre agregar valor aquilo que os alunos já trazem, possibilitando-lhes aprofundar, refletir, repensar e re-significar saberes, construindo assim, conhecimentos elaborados.
Outro ponto a considerar, ao pensar no lugar ocupado pelo conteúdo, é em relação à identidade. A identidade cultural dos alunos precisa ser tema, conteúdo, elemento, combustível das aulas. Paulo Freire já falava da necessidade do educador debruçar-se sobre a realidade do aluno como forma de manter um elo de ligação com o seu universo de conhecimento.
Aprendemos mais facilmente aquilo que desperta nosso interesse, que faz parte do nosso universo, que nos diz algo, que nos é significativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário